Paciente toca violino durante cirurgia no cérebro

Processo aconteceu durante retirada de tumor

Você já imaginou ter uma cirurgia na cabeça enquanto realiza uma atividade com as mãos? Recentemente, o King’s College Hospital, de Londres, realizou uma neurocirurgia, para a retirada de um tumor cerebral da paciente Dagmar Turner, de 53 anos, enquanto ela tocava violino. A ação foi solicitada pela própria equipe médica que a acompanhava, para garantir que, durante o procedimento, os movimentos de braços e mãos não fossem afetados.

Antes da cirurgia, por duas horas os especialistas mapearam o cérebro da paciente, para detectar as regiões responsáveis pelos movimentos, enquanto ela tocava violino. Dagmar recebeu anestesia geral, para a abertura do crânio, mas, em seguida, foi acordada para tocar o instrumento.

Ela é musicista da Orquestra Sinfônica da Ilha de Wight, ao sul da Inglaterra. Assim que foi diagnosticada com o tumor, em meados de 2013, ficou preocupada de não poder mais exercer sua profissão. 

Para o hospital, o neurocirurgião Keyoumars Ashkan, responsável pela operação, afirmou que, apesar de ter sido a primeira vez que realizava tal façanha, foi bem-sucedida: “conseguimos remover mais de 90% do tumor, incluindo todas as áreas suspeita de atividades agressivas, enquanto mantivemos o pleno funcionamento de sua mão esquerda”.

Apesar de causar estranhamento, a situação não é incomum. No ano de 2014, desta vez em Tel Aviv, o jornal Jerusalem Post noticiou uma neurocirurgia realizada enquanto a paciente Naomi Elishuv tocava violino. Neste caso, foi instalado um marca-passo no cérebro para conter uma doença conhecida como tremor cinético.

Segundo as informações, na melodia, durante a cirurgia, foi possível perceber o tremor sumir e dar lugar a notas firmes. Naomi também era musicista, na Orquestra Sinfônica Nacional da Lituânia, mas estava afastada devido aos tremores. Após a cirurgia, ela contou que “voltou a viver”. 


Com informações da AFP, Jerusalém Post e UOL