Dia Mundial do Cérebro chama atenção para enxaquecas e conscientização da população

Você consegue imaginar que até 50 anos atrás os feitos realizados hoje pela neurocirurgia eram impensáveis? No corpo humano, o cérebro é a ferramenta responsável pelo comando do organismo. E hoje, 22 de julho, celebramos o Dia Mundial do Cérebro e ressaltamos a importância de um trabalho em conjunto para que, cada vez mais, seja possível cuidar da saúde da população como um todo. Ainda que se enxergue o cérebro como ele é: o órgão que comanda todo o corpo humano e merece a devida atenção.

Neste ano, o destaque internacional para a data é a enxaqueca. Doença que afeta cerca de 31 milhões de brasileiros, a maioria entre 25 e 45 anos, e considerada pela Organização Mundial de Saúde a sexta doença mais incapacitante do mundo.

Atualmente, Sabemos que estamos falando de uma doença que envolve todo o cérebro, sendo de extrema importância que ela seja diagnostica e tratada adequadamente, pois o quadro pode evoluir para alterações vasculares. Mulheres que fazem uso de hormônios anticoncepcionais devem ter cuidados redobrados, pelo risco aumentado de eventuais tromboses e acidentes vasculares cerebrais (AVC).

Além da enxaqueca, as doenças cerebrais fazem parte de um grande problema da sociedade moderna, em que, com o aumento da expectativa de vida da população, aumenta-se a necessidade de atenção para desde as doenças neurodegenerativas, como Alzheimer, Parkinson, Huntington e esclerose múltipla aos AVC, neoplasias, epilepsia, bem como a importância de estarmos atentos aquelas de origem traumática, genética, aos tumores e lesões.

Uma data como a de hoje tem o objetivo aumentar a conscientização da população e promover a defesa da saúde cerebral. Lembre-se sempre de procurar um especialista ao notar anormalidades nas suas funções cognitivas, motoras, sensoriais e evite a automedicação em casos de dores de cabeça sem a orientação médica. O aconselhamento em uma consulta é o método mais efetivo de você prevenir doenças graves e cuidar adequadamente da sua saúde.